1a prensagem faz a diferença?


O fascínio pela 1a primeira prensagem de um disco não é lenda. Realmente faz a diferença e aqui vamos contar um pouquinho a razão. Então se você está com aquela dúvida entre pagar a mais pela 1a prensagem do seu disco preferido, ou comprar um relançamento, pode acreditar: vale a pena ter a prensagem que deu vida ao álbum!

1) Master

Nem todo mundo sabe, mas quando um disco está para ser lançado, além de toda gravação e mixagem, também existe o processo de masterização. É exatamente neste processo final que nasce parte da personalidade sensorial do álbum, pois é na masterização onde todos os detalhes de grave, médio, agudo e corpo das músicas são apurados. Algo que para quem escuta vinil, faz toda a diferença. E o resultado depende do engenheiro de som, equipamento e época em que tudo é feito.

Na 1a prensagem, é muito normal que a banda dê o Ok na master final. Ou seja, você escuta exatamente o que foi aprovado pela banda e produtor. Em algumas 2as e 3as prensagens o resultado ainda se mantém, mas geralmente nos relançamentos, é quase certo que as masters foram feitas por outros engenheiros. Até porque, a equipe original nem sempre está mais na ativa ou nem sempre pode-se ter acesso às fitas originais.

2) Fitas originais

Como dito acima, alguns relançamentos não são masterizados com base nas fitas originais, mas sim com os registros digitais dos discos. Por isso que alguns álbuns novos soam estranhos, muito abafados às vezes. Perde-se a dinâmica de masterizar a origem do som. O registro digital já chega masterizado. É como masterizar uma master já feita. Não consegue-se acertar frequências sem mexer em outras. Aí já viu, começa a virar um frankstein.

3) Colecionável

O que faz algo ser colecionável? Na verdade, sua própria vontade de colecionar. Mas em termos de mercado de vinil, discos raros e em bom estado costumam ganhar valor ano a ano. Como um carro antigo ou obra de arte que quanto mais preservados, mais valem. Ter uma 1a prensagem dos Beatles, Stones ou qualquer artista que se preze, pode ser algo interessante para o mercado.

4) Emoção

Imagine conseguir uma cópia ainda lacrada de um disco antigo e que todo mundo gostaria de ter. Não é fácil de achar, concorda? Pois então, ainda é possível encontrar cópias seladas de algumas 1as prensagens antigas. Claro, o valor é bem mais alto. Mas nada como ter isto em mãos e abrir pela primeira vez um disco que estava lacrado há 40-50 anos. É como voltar no tempo. Demais!

DICAS!

Nem todas 1as prensagens soam melhores que alguns relançamentos. É preciso ficar atento a alguns detalhes e saber a origem do lançamento faz toda diferença. Algumas dicas:

Dica 1 - Se o LP foi lançado originalmente por uma banda americana, necessariamente não é garantido que a 1a prensagem de outros países soem tão boas quanto a do país de origem. Isto porque também acontece do álbum sofrer alterações de áudio em reprensagens de outros países. A 1a prensagem é aquela 1a lançada no país de origem do álbum.

Dica 2 - Veja se realmente o LP é uma 1a prensagem. Geralmente as primeiras prensagens possuem no miolo 4 letras e a combinação de 4 números, como YCXD-1234. Nas segundas ou terceiras prensagens, aparecerá duas letras e 5 números, como AB-12345.

Dica 3 - Visite o discogs.com e verifique a 1a prensagem original do álbum. Neste site você encontrará todas as versões do álbum e suas numerações.

Se você gosta mesmo de vinil, quem sabe pode se animar pra garimpar a 1a prensagem do seu disco preferido ;) Boa sorte!


ESCUTE NOSSAS PLAYLISTS

Posts Recentes
Posts Em Destaque
Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONTATO

 

vinilbox@vinilbox.com

WhatsApp: (11) 98106-3341

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS

©2016 por Vinil Box. Todos os direitos protegidos por lei.