Chris Cornell morre aos 52


foto getty image

Existem notícias que a gente recebe e a informação entra no peito cortando. Com a morte de Chris Cornell, vocalista do Soundgarden, foi assim. O artista morreu aos 52 anos nesta madrugada, após um show em Detroit, EUA.

Inicialmente o motivo da sua morte foi dado como desconhecido e inesperado. Mas a polícia americana confirmou suicídio por enforcamento.

Após o show, sua esposa ligou para um amigo perguntando pelo vocalista e ao derrubarem a porta do banheiro do hotel, o encontraram no chão.

Para muitos, Chris Cornell foi parte da adolescência. Foi ouvindo sua voz, suas músicas e se inspirando pelas camisas xadrez vestidas com jeans rasgado, que boa parte da geração dos anos 90 cresceu. Chris foi responsável por diversas trilhas que embalaram fins de semanas, viagens, bad trips, festas e lembranças que chegam acompanhadas de hits como Black Hole Sun, Rusty Cage, Fell on Black Days, Spooman e tantas outras.

Esta foto é de minutos antes, em um tweet postado no final do último show do Soundgarden, com Chris Cornell levantando sua guitarra em agradecimento ao público.

Chris Cornell não só foi um dos líderes grunges, como também preencheu um vazio deixado por deuses do Rock, como Robert Plant. Dono de uma voz inconfundível e única, Chris assumiu os vocais de boa parte das músicas que assolaram rádios e festivais dos anos 90 até os dias atuais. O vocalista tinha uma habilidade fenomenal de mesclar vocais suaves com drives agudos que se tornaram uma marca em suas canções.

Frontman do Soundgarden, Audioslave e Temple of the Dog, Chris também fez sucesso em sua carreira solo, compondo até trilhas de filmes, incluindo uma para James Bond. A última canção foi para o filme The Promisse, em cartaz nos cinemas.

Ao lado do Soungarden, Chris construiu seu maior legado, com algumas interrupções na história da banda, mas que permitiram dar luz a outros projetos incríveis como o Audioslave em 2001. Banda com os integrantes do Rage Against the Machine que permitiu Chris Cornell voltar aos palcos de maneira plena e lançar 3 álbuns. Foi o suspiro que Chris precisou para impulsionar de volta sua carreira, com trabalhos solos e retomar o trabalho com Soundgarden em 2009.

Clipe de Fell on Black Days - uma das melhores de Chris Cornell

Um artista, vocalista e compositor, completo. Faz falta desde já. Uma notícia triste. Coincidência ou não, a última música do último show foi “ In my time of dying”.

O Soundgarden trabalhava em um novo álbum.


ESCUTE NOSSAS PLAYLISTS

Posts Recentes
Posts Em Destaque
Siga
Nenhum tag.
Procurar por tags
Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONTATO

 

vinilbox@vinilbox.com

WhatsApp: (11) 98106-3341

 

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS

©2016 por Vinil Box. Todos os direitos protegidos por lei.